sexta-feira, 4 de março de 2011

Sexta-feira de carnaval

É verdade.  É só olharmos o entorno e para nós mesmos:motivos não faltam para aborrecimento e tristeza. Mais, para indignação e revolta. Mais, para  resistência e ação transformadoras. Muita vida há entre o silêncio e o grito, o choro e o tapa, o riso nervoso e a face de raiva. Há, no entanto,  os olhares sisudos simplesmente. Aqueles que, se não vão além de expressar o incômodo com o próprio umbigo, reprovam com ares superiores o humor e a alegria, a brincadeira e a folia.

Pensam esses sisudos de escritório que o carnaval é uma trama dos irresponsáveis, dos vagabundos, dos ignorantes, dos sujos. De forma pedante, tímida ou escancaradamente racista, querem se ver livres “desse povo” , regurgitam o próprio recalque e se encastelam onde há tudo menos frevo, batuque, samba, suor, ouriço, gente. Quer saber? Que esses encruados habitantes das empresas, dos andares cinzentos e mortíferos dos departamentos, das gerências, das células e dos "times" façam sua cara de nojinho; “eu não ligo”. Porque, apesar de tudo, “ amanheceu e é sexta-feira de carnaval”.

3 comentários:

Bete disse...

Vamos curtir o Carnaval, que esse povo com cara cara de nojinho fiquem cada vez mais cinzentos e amargos. Essa festa popular...Carnaval é pra quem é felizzzz!!!! " Ô abre alas que eu quero passar..."(Chiquinha Gonzaga)

Roberta Zolla disse...

Amei seu texto, como sempre! (exceto quando esculhamba com o time do Jardim Leonor, rsrs). Se me permite, vou postar seu comentário no facebook, lá tá cheio de "gente boa" que detesta carnaval. Bjs, RÔ
Ah, já ia me esquecendo, muito boa sorte prá Nenê, que faça um belo desfile, que você aproveite muito, e para os que criticam esta maravilhosa festa brasileira, Ó prá eles!!!

Anônimo disse...

Puta que pariu que video lindo !!!!
A nenê e foda !!!!!! Muito bom !!!!!
Vamo Vila !!!!!!!!!