sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

"...SOU NEGRO, SOU ARTE..."

(foto: Danilo Verpa/Folha Imagem)
O documentário SOU NEGRO, NÃO SEI SAMBAR aborda a questão da identidade e do racismo na sociedade brasileira. Esses temas são discutidos a partir da trajetória individual de Patrício Salgado no intento de , redescobrindo suas origens, tocar cuíca e ‘sair no samba’ da Nenê de Vila Matilde (2009). Das aulas com Mussum, ritmista da ‘batucada de bamba’, ao diálogo com familiares, passando pelos comentários do ‘seu’ Nenê, o filme mostra um pouco da vida que pulsa nas escolas de samba. Não percam! É hoje, às 22h30, na TV Cultura. Coisa pra ouvir e ver. Coisa pra viver.


Fonte do itálico abaixo: http://tvcultura.com.br/conteudo/21324
Documentário desconstrói máxima de que todo negro tem suingue nos pés

O DOCTV desta semana acompanha a trajetória de um mulato nada familiarizado com o samba, mas que procura reavivar sua negritude.
Todo negro sabe sambar. Tal máxima, há muito tempo antiquada, é vista às avessas no documentário Sou Negro, Não Sei Sambar, que o DOCTV exibe nesta sexta-feira (12/2), às 22h30, na TV Cultura.
O vídeo dá voz a Patrício Salgado, que, aos 34 anos, decide aprender a sambar, tocar cuíca e entrar para a bateria de uma escola de samba.
Neto de um dos fundados da agremiação Nenê de Vila Matilde e filho de pai negro nascido no Brasil e mãe branca argentina, o mulato Patrício, que mal sabe acompanhar o gingado dos sambistas, vai atrás de suas raízes genéticas e musicais. E para encontrar respostas, conversa com ritmistas, frequenta ensaios da Nenê, e até sabatina seus familiares – que, tirando o avô, também possuem pouquíssima afinidade com o samba.
Além de compartilhar a empreitada pessoal, o documentário pincela discussões subjetivas sobre o racismo e a reidentificação do negro na sociedade.
O personagem, que também assina a autoria e a direção do vídeo, volta a ter sua história contada no DOCTV, na madrugada de segunda para terça-feira (16/2), às 2h.
----
Em tempo: a BAND transmitirá o desfile das escolas do Grupo de Acesso de São Paulo. Portanto, quem quiser acompanhar pela TV o desfile da NENÊ DE VILA MATILDE (à 01:00 de domingo, 14, para segunda, 15) e co-irmãs, é só ligar no antigo canal 13.

Nenhum comentário: