terça-feira, 12 de janeiro de 2010

VERGONHA? SORDIDEZ!



Integrante do Comando de Caça aos Comunistas nos anos 60, Boris Casoy não pode nem ao menos se escudar em seu passado, desde então, alinhado ao que há de mais reacionário e tosco na sociedade brasileira. Seu bordão ‘Isso é uma vergonha’ é a contraface autorizada e moralista de quem se indigna com a voz do povo. A ‘parabólica’ que capta o preconceituoso comentário do âncora da Band, referindo-se aos garis que nos desejavam um feliz 2010, revela um pouco da realidade que está por trás das câmeras e mesmo dentro das redações: sem edição.

4 comentários:

Ana Paula Saab disse...

Que desgraçado! Nossa, estou indignada. Com um passado (e um presente desses) o que mais se podia esperar deste asqueroso? O pior é que se você fizer uma busca na internet verá que isso foi divulgado muito mais pelos blogs e quase nada na imprensa "oficial". O Observatório da Imprensa deu, timidamente, mas deu.

Douglas Germano disse...

Mas sob o ponto de vista histórico, acho que os garis deixam uma contribuição muito mais eficaz que Boris. Quem é o Boris? Não deve ter muitas felicidades alguém com este nome. Deve ser daqueles que sentem dor quando abrem sorriso. Como José Serra, Marcos Maciel e (como letra de samba)outros mais.

Engraçado a vocação para sorriso que tem os garís. Vide o link:
http://www.youtube.com/watch?v=TPCFYuWguVc

Everaldo Efe Silva disse...

Paula, minha linda,

Creio a propósito que haverá - se já não houve - tentativas de controle do blogosfera por parte das grandes corporações.

Everaldo Efe Silva disse...

Espetacular o Renato, Douglão. Alegria e passos bem dados na avenida que desmontam a empáfia dos que se acham grandes a ponto de cagar regra pra geral.