sábado, 23 de janeiro de 2010

REFLEXÕES DE CIÊNCIA RELIGIOSA

A ciência religiosa de Fanpúcio nos ensina:

1. "Nada está tão ruim que não possa piorar";

2. "Todos os dias, sob todos os pontos de vista, vamos cada vez pior";

3. "Não deixe para se lascar depois, se você sabe que, se não tomar no nota hoje, amanhã pagará em dobro".

Obrigado, grande Fanpúcio!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

ARBITRAGEM 2 x 0 PALMEIRAS

Iniciamos aqui a contagem do duelo Arbitragem x Palmeiras. Quero que se fodam todos aqueles palmeirenses ou não que, com um sorrisinho no canto da boca, consideram qualquer crítica à arbitragem uma desculpa, um choro. Quero que se fodam porque quem aponta erro capital de ‘juiz’ filho da puta NÃO está dizendo nada sobre a qualidade dos boleiros na peleja. Para ficar no óbvio, jogo jogado e arbitragem interagem; ambos interferem no resultado. O objetivo desta contagem é simplesmente apontar o seguinte: toda vez que o Palmeiras for decisivamente prejudicado ou beneficiado pela arbitragem, hipótese com a qual não trabalhamos, mudaremos o placar apresentando o saldo acumulado para um lado e para o outro. Ontem, o Palestra perdeu dois pontos pelo fato do árbitro ter validado um gol flagrantemente impedido do Pres. Prudente, ops, do Barueiri.

Incomodam-me muito os panos quentes do espetacular goleiro Marcos para a arbitragem – e, quando é o caso, para a imprensinha – nas situações em que o Palmeiras é prejudicado e/ou desrespeitado. Irrita-me mais ainda tal atitude, quando a confronto com o despudor do ídolo em expor o elenco nas situações de derrota, dando munição para os grandes intelectuais do jornalismo esportivo brasileiro fazerem o que mais gostam: zuar filhadaputescamente o Palmeiras. Ei, imprensa! Vai tomá no cu!

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

VERGONHA? SORDIDEZ!



Integrante do Comando de Caça aos Comunistas nos anos 60, Boris Casoy não pode nem ao menos se escudar em seu passado, desde então, alinhado ao que há de mais reacionário e tosco na sociedade brasileira. Seu bordão ‘Isso é uma vergonha’ é a contraface autorizada e moralista de quem se indigna com a voz do povo. A ‘parabólica’ que capta o preconceituoso comentário do âncora da Band, referindo-se aos garis que nos desejavam um feliz 2010, revela um pouco da realidade que está por trás das câmeras e mesmo dentro das redações: sem edição.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

TÁ PENSANDO O QUÊ? nº 02


Devido ao louvável esforço da nova diretoria e de componentes da Nenê de Vila Matilde - num mutirão para retirada de entulho e devolução às funções básicas do espaço até então interditado - os ensaios da escola voltaram para dentro da quadra. Excelente notícia! Como se não bastasse essa boa nova, o baluarte sr. Nenê assistiu ontem ao ensaio de sua agremiação, após fazer um pronunciamento que emocionou a todos os presentes. Os dias e horários? Domingos e quartas: 18hs e 19hs, respectivamente. Preço: R$ 5,00.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

TÁ PENSANDO O QUÊ?

Eliminatórias e ensaios na Toco - não, no Pólo Cultural AE Carvalho, oscilações na volta para a Júlio Rinaldi, mudanças de mestre de bateria e direção, escassez de informações; todos esses ingredientes acompanharam a Nenê de Vila Matilde durante o ano de 2009. Na iminência de sair para avenida, um alento para os matildenses e simpatizantes neste janeiro: definição dos ensaios às quartas e domingos, na Rua Júlio Rinaldi, em frente à quadra, a partir das 20:30 e 18:00, respectivamente. Ali compartilhamos ao som da bateria - definitivamente uma das melhores do Brasil - a expectativa do desfile, a apreensão sobre o que está por vir, certa angústia, mas mais do que nunca a certeza de que, após o toque da sirene, não faltará pé no chão, canto, raça e samba de quem é, que agora é a hora. Em primeiro, segundo, ou em qualquer lugar.

Na foto, a bela Andressa no desfile de 2.008, mandando bala com a bateria, comanda pelo mestre Pelegrino, fazendo o ritmo para o bonito samba do compositor Nenê e parceiros, dedicado à obra de Câmara Cascudo.