quarta-feira, 25 de novembro de 2009

HOJE É DIA

Hoje é dia de uma roda “com pegada” no Alemão. Como se isso já não fosse motivo suficiente para a presença de quem gosta de música, aproveito a oportunidade para anunciar com alegria o aniversário de Júnior Pita, violonista da mais pura cepa, um dos componentes do pagode de hoje. Totalmente suspeito para tecer elogios aos 22 anos do rapaz , não só pela minha condição de tio e parceiro, como também pela condição de fã incondicional, resta-me este convite para os amigos comuns. Sugiro que, antes de procedermos ao exercício do serviço descrito abaixo, afrouxemos gravatas – sobretudo as imaginárias – na padaria ao lado, a partir das 18:30hs/19hs.... Numa cervejada prévia, comemorativa ao violão, ao talento e ao samba. Que se mantém, que se renova.

SERVIÇO
por: Roberta Cunha Valente

A partir do dia 18/11, o cantor Roberto Mahn inicia uma temporada no lendário Bar do Alemão (que já ostenta 41 anos de existência, e é freqüentado pelos boêmios mais clássicos da noite paulistana).
No repertório, samba, choro e seresta. Músicas de Ataulfo Alves, Noel Rosa, Ary Barroso, Herivelto Martins, Silvio Caldas, J. Cascata, Leonel Azevedo, Adoniran Barbosa, Paulo Vanzolini, entre outros.
Roberto será acompanhado por João Camarero (violão de 7 cordas), Junior Pita (violão), Lucas Arantes (cavaquinho), Rafael Toledo (pandeiro), Alfredo Castro (percussão) e Agnaldo Luz (bandolim).
Vários convidados vão participar da roda. Na quarta (25/11) é a vez da cantora Adriana Moreira.

Bar do Alemão: Avenida Antártica, 554 - Água Branca. Horário: 21 h. Couvert Artístico: R$ 5. Informações e reservas pelo telefone: (11) 3879-0070.

Fonte: http://www.samba-choro.com.br/noticias/pordata/23141

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Belluzzo responde a J.Qui furo

Juca,

Lí em seu blog a análise sobre o jogo Gremio e Palmeiras.Registrei a conexão que vc estabeleceu entre a minha suspensão e o comportamentodos jogadores.Comportamento lamentável, danoso ao clube e ao futebol no jogo de ontem.Imagino, acompanhando a lógica que informa seu raciocínio, que tambem tenha sido responsável pelos sopapos que os jogadores do São Paulo trocaram entre sí no jogo de sábado ou talvez pela pancadaria no jogo Fluminense e Cerro Porteño.Eu me rebelei contra uma arbitragem visivelmente arranjada no âmbito das “conexões” que vc costuma denunciar.Estranhamente, a questão Simon desapareceu de cena, mesmo depois do citado arranjador de resultados ter mudado várias vezes as explicações sobre seu erro crasso.Jamais escondí que o time vem mal há tempos, isso muitos antes de meus protestos no episódio Simon.Me envergonho das promessas condenáveis de aplicar uns tapas no desonesto.Isso merece a condenação pública, geral e irrestrita.Mas o resto do “destempero” foi fruto da decepção em ver confirmadas as minhas expectativas, ainda que isso pareça paradoxal.A indignação,ainda que justa, causa incômodo “às pessoas de bem” do início do terceiro milênio.O que eu disse a respeito das práticas tanto nativas quanto européias – manipulaçâo de resultados e arranjos espúrios – são de conhecimento geral e decorrem em boa medida do caráter corruptor da “vitória a qualquer custo”, valor típico da sociedade contemporânea baseada na concorrência sem quartel e sem limites, circunstância que escapa ou não interessa aos diretores de consciência da mídia.E essa sanha “vitoriosa” não poupa ninguem, como o demonstra a manifestação do torcedores “bem intencionados” que advogam a entrega de jogos para não favorecer os rivais.Esse é o futebol realmente existente e isso, entre outras coisas, me causa ânsia de vômito.Não sou virtuoso nem melhor do que a maioria dos homens.Essas certezas sobre a fragilidade da bondade meu pai me legou, acompanhadas de um superego implacável em suas condenações.Posso garantir: não é por uma virtude inata -generalidade tola do moralismo vulgar – que me sentiria desintegrado e incapaz de juntar os cacos se tentasse comprar o juiz ou coisa parecida.A “boa imprensa” me traz à lembrança as palavras do Príncipe de Salina, personagem do Gattopardo de Lampedusa: “é preciso mudar para deixar tudo como está”.Discordo ,portanto, de seu ponto de vista sobre a origem dos desatinos dos jogadores.Considero sua suposição injusta e precipitada.Mas defenderei sempre, e sem restrições, o seu direito de me criticar.E, melhor, prometo não perturba-lo mais com minhas tediosas considerações.

Saudações,
Belluzzo

...E no entanto, ele se move...

Não que a arbitragem não tenha atrapalhado em vários jogos. Atrapalhou. Não tivesse a juizada errado viciadamente neste Brasileiro, o Palmeiras ainda seria líder com relativa folga, apesar desta recente sequência característica dos rebaixados. Não que o comportamento da mídia – salvo raras exceções – não seja digno dos maiores filhos das putas. Sim, em relação ao Palmeiras, a mídia é, sempre foi e será, uma grande canalha. Mas resta uma consideração puramente futebolística a fazer: o time(?) atual está testando de maneira cruel a auto-estima e o amor de quem torce verdadeiramente para o Palmeiras.
Ah....antes que eu me esqueça: “Ei, imprensa! Vai tomá no cu!”

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

DIAS de SANTOS e SILVAS (autor: Gonzaguinha)

O dia subiu sobre a cidade
Que acorda e se põe em movimento
Um despertador bem barulhento
Badala, bem dentro, em meu ouvido

Levanto, engulo o meu café
Corro e tomo a condução
Que, como sempre, vem cheia,
Anda, pára e me chateia

Está quente pra chuchu,
Meu calo dói,
A certeza já me rói,
Levo bronca do patrão

Mas sonhei
E fiz a fé no avestruz
Que vai me dar uma luz
Levo uma nota pra mão

A tarde transcorre calma e quente
Nas ruas, ao sol, fervilha gente
Batalham, como eu, o leite e o pão
Que o gato bebeu e o rato roeu

Aumenta tudo, aumenta o trem
Aumenta o aluguel e a carne também
É... mas, sei, vai melhorar
Pior do que tá não dá pra ficar

Ah, meu Deus,
Se o avestruz der na cabeça
Vou ganhar dinheiro à beça,
Faço minha redenção

E vou lá dentro,
No escritório do patrão
Peço aumento, ele não dá,
Mostro a grana e a demissão

A noite desceu sobre a cidade
Nas filas, calor, suor, cansaço
Meu corpo está que é só bagaço
E se está de pé, é de teimoso

Eu desejando minha cama
Furam a fila e alguém reclama:
Louvaram a mãe do rapaz
Que diz que faz e desfaz

E só falta uma briguinha
E eu ir para o xadrez
Pobre não tem mesmo vez
Não dá sorte ou dá azar

E o danado do avestruz
Também não deu
Minha mulher vai reclamar
O dinheiro que era seu

E o danado do avestruz
Também não deu
Minha mulher vai reclamar
O dinheiro que era seu

Que o gato comeu
O rato roeu
Alguém se lambeu

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O ENTERRADO VIVO


"É sempre no passado aquele orgasmo,
é sempre no presente aquele duplo,
é sempre no futuro aquele pânico.

É sempre no meu peito aquela garra.
É sempre no meu tédio aquele aceno.
É sempre no meu sono aquela guerra.

É sempre no meu trato o amplo distrato.
Sempre na minha firma a antiga fúria.
Sempre no mesmo engano outro retrato.

É sempre nos meus pulos o limite.
É sempre nos meus lábios a estampilha.
É sempre no meu não aquele trauma.

Sempre no meu amor a noite rompe.
Sempre dentro de mim meu inimigo.
E sempre no meu sempre a mesma ausência."


autor: CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

AQUI É PALMEIRAS, com a palavra L.G.M.Belluzzo


Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo, presidente do PALMEIRAS, minutos após a partida contra o Fluminense, concedeu a entrevista abaixo ao repórter Thiago Salata, do leonor diário L!. Suas palavras são de lavar a alma dos apaixonados arquibaldos alviverdes, entre os quais me incluo. Num ambiente marcado pela hipocrisia e repleto de posturas pseudo-civilizadas, o contraponto de quem tem sangue nas veias; a razão cristalina de quem alia caráter e paixão. Parabéns, Belluzzo!!!! Aqui é PALMEIRAS!!!!!!!!!!

VOCÊ ESTAVA NO MARACANÃ?

Não, assisti a partida de São Paulo, pela TV. Minha mãe está com problemas de saúde e não viajei com o time para o Rio.

QUAL A SUA ANÁLISE DA ATUAÇÃO DO PALMEIRAS E DO ÁRBITRO?

O time não jogou bem, como o Fluminense também não. O jogo foi um ruim, com os dois jogando mal. Mas se pode jogar mal, como o Palmeiras e o São Paulo já jogaram e ganharam. O Simon determinou o resultado o jogo. O Simon assaltou o Palmeiras! Não tinha nenhum motivo para anular o gol. Foi má fé, foi roubo!

AS PALAVRAS SÃO FORTES…

Para variar, ele está na gaveta de alguém. Só dá para entender assim. Ele dar uma falta dessas! Ele deve estar fazendo favor a alguém. Não sei para que time, se quer tirar o time da Segunda Divisão. Ainda houve um pênalti vergonhoso no Danilo. O Sérgio Corrêa não devia ter escalado esse vigarista, que vai para a Copa do Mundo. O cara assaltou o Palmeiras, é inacreditável. Ninguém tem dúvida do lance, nem os jogadores do Fluminense. O Palmeiras não jogou bem, mas fez 1 a 0 e isso era importante. A gente poderia segurar o jogo depois, é inaceitável.

ENTÃO, VOCÊ ACHA QUE O SIMON ENTROU JÁ MAL INTENCIONADO?

Na minha opinião, ele fez um serviço para o Fluminense, porque se o Fluminense não ganha, ficaria complicado para eles. A tabela favoreceu o São Paulo. Isso me lembra muito o gol do Leivinha de 1971. Esse cara é sem vergonha.

VOCÊ CITOU O SÃO PAULO. ACHA QUE HÁ ALGUMA LIGAÇÃO NO ERRO COM O CONCORRENTE AO TÍTULO?

Não posso dizer isso. Digo que quem saiu favorecido foi o Fluminense e o São Paulo, objetivamente. Estou dizendo que o Simon é safado, um sem vergonha e crápula.

O PALMEIRAS FARÁ O QUE? VAI PROTESTAR NA CBF?

Adianta fazer protesto? A única coisa que se pode fazer é encher o cara de porrada depois de um assalto desse. O cara foi de má fé! Ele já devia ter sido excluído do futebol. Vamos lembrar todas as trapalhadas que esse árbitro já fez.

PRESIDENTE, SINCERAMENTE, NUNCA O VI TÃO ALTERADO…

Você nunca me viu assim, mas não dá! Não tem erro de interpretação no lance, o cara do Fluminense está atrás. Ele fez de caso pensado. Eu que o encontre na rua, porque não tenho medo de ninguém. Tenho 67 anos e, se encontrar o Simon na rua, eu dou um tapas nesse vagabundo.

VOU ESCREVER TUDO O QUE VOCÊ ESTÁ FALANDO, PRESIDENTE… AS FALHAS DO SIMON NÃO PODEM TER SIDO APENAS TÉCNICAS NA PARTIDA?

Pode escrever tudo o que estou falando. Não é só ruindade técnica, é mal intencionado. Ele pode me processar! Até gostaria de encontrá-lo no tribunal. Não tenho medo de processo, pois mostro os jogos em que ele apitou. É um sem vergonha, isso é demais. Um cara desse me processar é uma honra.

ENTÃO VOCÊ VÊ ESQUEMAS NO CAMPEONATO? COMO SERÁ ATÉ O FIM? FALTAM QUATRO JOGOS…

Você está vendo o que está acontecendo nesse final. Só falta urubu voar de costas.

VOCÊ ACHA QUE ESSA PARTIDA PODE DAR UM BAQUE NO PALMEIRAS, QUE AINDA PODE SER CAMPEÃO NAS ÚLTIMAS RODADAS?

O time é feito de profissionais. Quem tem de falar são os cartolas. Eles têm de ficar quietos. Eles são profissionais, tem de ter cabeça fria. Eu fico de cabeça de quente. Eles têm de jogar.

PRESIDENTE, VOU REPETIR: TUDO O QUE FOI DITO SERÁ PUBLICADO…

Eu não devo nada a ninguém, então falo o que eu acho. Eu sempre fui muito ponderado, mas dessa vez não dá. Não dá mesmo. Foi um assalto, um roubo!